Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2014

Conhecer você

Quero suprimir o tempo e o espaço
A fim de me encontrar sem limites unidos ao teu ser,
Quero que Deus aniquile minha força atual e me faça voltar a ti,
Quero circular no teu corpo com a velocidade da hóstia,
Quero penetrar nas tuas entranhas
A fim de ter um conhecimento de ti que nem tu mesma possuis,
Murilo Mendes

A CONVIDADA

Este deve ser o papel dela, aos olhos de uma anfitriã e de seu senhor nossa serva deve ser vista assim, como a delicadeza de um ser vivo que cultivaremos e nos deliciaremos como ela também deve deliciar-se de nossa existência,

HansR e Augusta

HansR foi marido de Augusta, Augusta esposa de HansR, erão iguais, pertencenciam a mesma linhagem, feito cavalos de puro sangue, da mesma raça, sem mistura, com registro e certificado, pensavam da mesma forma,  desejavam as mesmas coisas, nutriam as mesmas fantasias e trepavam como selvagens.

Sem pudor

Que pudor posso  ter diante de te que me devoras de janeiro a janeiro, lambes meus pés, suga minha vagina,   mama em meus seios, me beija na boca, olha em meus olhos e diz que me ama. Que pudor posso ter se   chupo  teu falo e ele agradecido  derrama em minha garganta todo teu amor. Que pudor posso ter diante de te se me entregas teu corpo e tua alma. Que pudor posso ter diante do amor que tenho por te.

Augusta

Meu Sir, momentos vividos.

Teu toque!!!
Seu toque abriu minha carne ao calor, à luz, como uma flor desabrochando.
Suas mãos grandes, mas com a textura da seda sobre a minha pele febril, fez-me arder!.
Meus olhos convidavam-no, vem!! Eu queria acelerar o fogo que havia dentro de mim.
Sua mão movia-se furtiva, Suave, tocava os lábios enormes e lindos, do meu sexo, meu clitóris evidente e todo exposto pra vc... mordiscava um mamilo o outro... Amassava-os!
Era paralisante, delirantemente cruel. Uma febre que não se contentava apenas com o prazer. Queimava e queria mais...queria mais calor... mais ardor!
Nossos corpos carregados de desejos e vontades... Obcecados por nossas exigências eróticas e muito tesão!. Seu sexo! Ah...Um gigante a tremer sem parar!
Precipitei-me sobre ele como uma tempestade, Deslizei sobre ele como o Vento! Cavalguei-o!
Você falava-me baixinho ao ouvidos.. Deixou-me bêbeda com palavras acariciantes, atrevidas, excitantes... Indecoros mesmo! Ah! Adoro!
Meu corpo inteiro estremecia, delirava Te chamava! Vem... toca-…

O enredo

O enredo, ou trama, ou intriga, é, podemos dizer, o esqueleto da narrativa, aquilo que dá sustentação à história, ou seja, é o desenrolar dos acontecimentos. É, também, um relato de fatos vividos por personagens e ordenados em uma sequência lógica e temporal, por isso ele se caracteriza pelo emprego de verbos de ação que indicam a movimentação das personagens no tempo e no espaço. Geralmente, o enredo está centrado num conflito, responsável pelo nível de tensão da narrativa. Um enredo pode ser linear ou não linear. Enredo é o conjunto de fatos ligados entre si que fundamentam a ação de um texto narrativo. O enredo pode ser organizado de várias formas. Observe a mais comum: Situação inicial - os personagens e espaço são apresentados. Quebra da Situação Inicial - um acontecimento modifica a situação apresentada. Conflito - Surge uma situação a ser resolvida, que quebra a estabilidade de personagens e acontecimentos Clímax - ponto de maior tensão na narrativa. Desfecho - solução do conflito. Obs.…

O Silêncio

Escute o que o Silêncio tem a dizer, é nele que podemos ouvir nossos verdadeiros DESEJOS

O SOLIDÁRIO NA ORDEM É AQUELE QUE:

O solidário é aquele que defende os interesses alheios porque,direta ou indiretamente, eles são interesses próprios. A solidariedade, como bem sintetizado por André Comte-Sponville, “é uma maneira de se defender coletivamente”


SOBRE A DIGNIDADE DA PESSOA HUMANA

O homem – apenas por sê-lo – não perde a sua dignidade, por mais indigna ou infame que seja a sua conduta.A dignidade pressupõe, portanto, aigualdade entre os seresigualdade entre os seres humanos. Este é um de seus pilares. É da ética que se extrai o princípio de que os homens devem ter os seus interesses igualmente considerados, independentemente de raça, gênero, capacidade ou outras características individuais.

O USO DE VELAS EM MIRAFLORES

Em Miraflores assim faremos um mergulho nos desejos mais profundos de nossas almas, quero velas vermelhas e amarelas e cada gota que pingar em sua carne tenra e macia e ouvir tuas súplicas me farei mais viril.

TRAGA-ME CARNE MIJADA PARA NOSSO JANTAR

Nesta noite comerei a carne que tu foi buscar na selva, e a comerei, saciarei a alma diante de teus olhos atônitos diante do explendor com que teu SENHOR se alimenta de tua caça.

OUSO DIZER

O desejo mais ousado é aquele que ainda não vivemos, é aquele que nos vem a mente como um sopro de vida e nos faz sentir que somos capazes de vivência-los sem o menor pudor, sem o constrangimento e hipocrisia que nos rodeiam.

A NORMALIDADE DO PRAZER

Todas as pessoas não são como você, nem como seus amigos e visinhos, inclusive, seus amigos e visinhos podem não ser tão semelhantes a você como você supõe

DOCE SUBMISSA

Ser submissa é estar disposta a entregar-se muito além dos seus próprios limites... A submissão é uma prova irrefutável de que há sentimentos envolvidos na relação. Submeter-se. Entregar-se. É amar em sua mais pura essência. Tudo na relação D/s é muito mais intenso que nas relações convencionais. (doce submissa)

"Eu quero te agradar ..."

"Eu querote agradar..."

Estas são palavrasque eu ouçomuitas vezesde minha sacerdotisa, mas paraos homens quenãoestão acostumadosao estilo de vidadominante, oua terum verdadeirosubmissosob suamão, ele pode vircomo um choque. Tão condicionadossãoa maioria dos homensparalutar pelaatençãode uma mulher, ou pior, se comportandode forma manipuladora paraconseguirem o que querem, que muitossimplesmente não sabemcomo agirem facede uma mulhersubmissa, que possui em si própria o maior desejo de agradar o seu Senhor, aquele que ela escolheuparase ajoelhar diante e simplesmente servi-lo.

Além disso,muitos machosdominantes são"fazedores". Eles têm o hábitode tomarum papel activo nojogo sexualetendem a gostar defazer aosseussubmissostanto em termos dedesafioe prazer.Elesnãosão particularmente bons emsentarpassivamentee aceitá-lo. Paraalguns,relaxare receber prazer não é algo que os faça sentir-se "dominadores".

Talvez sejaparte da atração. MuitosDomsnão procuramativamen…