Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2011

ALGUNS ENCONTROS EM NOSSAS VIDAS, SIMPLESMENTE SÃO REVELADORES

De fato alguns encontros nos remetem a um novo olhar para o mundo, e quanto maior for o número de cérebros que partilharem desse encontro e comungarem a ideia primordial que os levaram a ele, maior será a probabilidade de que esse encontro prolifere seus valores. A simples ideia de construir uma propriedade rural incrustada no Planalto Central em meio a chapada, que adote novos valores morais, centrados na necessidade de uma sexualidade libertária onde a noção de monogamia possam ser banidos para que floresça a plena e vigorosa visão holistica de relações sexuais complexas, baseadas não mais em núcleos monogâmicos mas em uma construção mais ampla de sexualidade onde os ritos de acasalamento passem a ser celebrados colectivamente. A humanidade sempre soube se instrumentalizar diante das grandes mudanças que o homem foi impulsionado a vivenciar. É lugar comum dizer que estamos no olho do grande furação, em pouco tempo veremos ruir pilares importantes de uma era, e em meio aos destroços uma…

Sociedade LaCaves: uma breve reflexão

Faz algum tempo que escrevo aqui a respeito desse desejo visceral de construir LaCaves Societeé, muitas experiências humanas foram feitas ao longo destes anos, pessoas maravilhosas com seus medos, angústias e de valores diversos foram adentrando este blog, algumas deixaram mais, outras menos, mas todas a seu modo revelaram o quanto é difícil a proposta que tenho de uma experiência sexual libertária.



Mesmo assim o sonho de uma vida em meio a algumas pessoas que possam construir uma sexualidade viva, plena, sem amarras ainda mantém-se viril e com experanças, e é esse o motivo desta nova postagem, em breve irei ter comigo dois seres humanos que distintamente em seus lugares de origem alimentam o desejo de uma experiência profunda, e uni-los sob o mesmo teto Lacaves é mais um experimento erótico que levo a cabo, a ilustração desta postagem é bem reveladora é um sonho a ser vivido espero que diante dessa experiência mítica possa criar novos paradigmas para esta sociedade que descrevo aos me…
“...nós mesmos somos híbridos, instalados precariamente  no interior das instituições científicas, meio engenheiros, meio filósofos, um terço instruídos sem que o desejássemos; optamos por descrever as tramas onde quer que elas nos levem. Nosso meio de transporte é a noção de tradução ou de rede. Mais flexível que a noção de sistema, mais histórica que a de estrutura, mais empírica que a de complexidade. A rede é o fio de Ariadne destas histórias confusas”






Bruno Latour