Pular para o conteúdo principal

Postagens

ISABELLA, COMO TU ÉS BELLA

Eduardo e Isabella dois personagens intrigantes, não se permitiram uma aproximação fulminante, tinham desejos em comum semelhanças em seus relacionamentos, mas ambos com um vasto mundo paralelo desejos que latentes se revelaram ao longo de sua aproximação. Quando Eduardo se fez nu diante dos olhos de Isabella deixou a ela o direito de fazer o mesmo, sem exigir dela algo,  foi presenteado com o decote a revelar o vão de seus seios. Mas foi quando Eduardo disse ser um Observador que Isabella sem mudar o semblante, sugeriu que ele encontrasse um outro homem para se juntar ao casal. Mais surpresa ainda ficou Isabella ao ser apresentada a outro por Eduardo quando das bodas de um casal amigo, sentados à mesa em um lugar reservado nos jardins daquela casa, iniciou-se uma profunda troca de olhares entre o casal. O terceiro elemento, galanteador, um verdadeiro pavão mal poderia imaginar ou supor que era o petisco do casal. Mas foi já no quarto sob o olhar atento de Eduardo que a nudez e a ousadia d…
Postagens recentes

HANAMI

A prática do hanami é feita há muitos séculos. Dizem que o costumo começou durante o período Nara (710 - 794) quando era o florescimento do ume que as pessoas admiravam no começo. Mas no período Heian (794 - 1185), a sakura começou a atrair mais atenção e o hanami virou sinônimo de sakura.A partir de então, no waka e no haikai, "flores" significam "sakura"

SEU TUTOR

Seu tutor, não só lhe mostra os caminhos, mas também lhe acolhe quando é necessário, faz de sua fragilidade o alimento para recomeçar, orgulha-se de suas vitórias e lhe ensina os caminhos que deverá seguir em sua formação.

TUAS CARNES

FONTE DA VIDA

Eis que o instante inicial da vida vem com o gozo, é nele que nosso olhar deve se voltar diariamente...!!

Anfitrite

Algumas imagens poderiam ser usadas para ilustrar o primeiro flerte, o primeiro encontro de como nossos olhos se cruzaram, mas certamente olhos nos olhos. face a face é a que diz mais a respeito desse encontro, dessa descoberta, deste achado, a fêmea de cócoras com os olhos fixos no seu senhor tentando dizer com seus movimentos cadenciados a que veio, Anfitrite soube desde os primeiros acordes, do meu apreço pelo naturismo, de como determinadas posições se encaixam no ambiente intrigado do que nos foi convidado a experimentar. Uma vivencia única. Por um lado, a potra de crinas soltas e livre na orla a respirar os aromas do mar, o convite da água, de outro lugar. Não muito distante o convite a subir a chapada e sentir o cheiro da terra úmida, encharcadiça como suas fendas nas madrugadas em uma alcova a exalarem o aroma do que se deveria chamar de suco primordial, sim o convite é para construir novas bases, novos paradigmas, sem deixar de ser Anfitrite. Ser alçada a uma nova dimensão do s…

MON JARDIN SECRET